Entenda os motivos para Arrascaeta, do Flamengo, não ser titular do Uruguai - FLA NEWS

Breaking

FLA  NEWS

As notícias do Mengão você encontra aqui

Atlético-PR X Flamengo

Publicidade

Enquete da Semana: Deixe o seu Voto

Entenda os motivos para Arrascaeta, do Flamengo, não ser titular do Uruguai


Muslera; Cáceres, Gimenez, Godin e Laxalt; Bentancur, Nandez, Vecino e Lodeiro; Suarez e Cavani. Esta é a provável escalação do Uruguai para enfrentar o Equador neste domingo, às 19h (de Brasília), pela Copa América. Sentiu falta de alguém? Sim, De Arrascaeta não será titular. Mas, como explicar a contratação mais cara da história do Flamengo não tendo oportunidades em um período - em tese - de renovação? Fomos atrás.

A opinião unânime entre os jornalistas uruguaios procurados pelo Jornal Extra foi norteada por um fator: a marcação. O 4-4-2 de Óscar Tabárez exige que a sua equipe tenha uma segunda linha de muita intensidade e rápida recomposição defensiva. Com isso, permite que os experientes Luis Suárez e Edinson Cavani não se desgastem e fiquem livres para se movimentar ofensivamente. Além disso, tê-lo como opção para o segundo tempo é algo bastante explorado.

- Para mim, o tema Arrascaeta é uma questão recorrente na seleção. Todos os jornalistas analisam que ele é o melhor assistente para Suárez e Cavani. Uruguai não conta com um [camisa] 10 desde a época de Forlán, é algo em extinção no mundo. A formação de 4-4-2, de 4-2-3-1 foi eliminando o [camisa] 10 clássico. Tabárez opta por dois volante centrais e dois abertos. Um desses abertos poderia ser Arrascaeta, mas parece que o técnico o guarda como suplente para poder modificar o jogo - declarou Enrique Arrillaga, da DIRECTV Uruguay.


Outro ponto que pesa contra o De Arrascaeta é não ter conseguido render o esperado quando teve oportunidades na seleção. Na Copa do Mundo de 2018, por exemplo, esteve apagado contra o Egito, onde foi titular, e contra a Rússia, quando entrou no segundo tempo. Tal falta de regularidade atrapalhou a sua sequência. Atuar taticamente em função diferente da que estava acostumado em Cruzeiro ou Flamengo também parece dificultar o uruguaio.

- Arrascaeta faz parte de um processo. Ele é um maestro e tem minutos regulares na seleção. Quando Uruguai é mais ofensivo, ele é titular jogando atrás dos centroavantes. Mas, taticamente, quando atua com quatro jogadores no meio, ele não tem rendido. Os minutos que teve não foram suficientes para convencer Óscar Tabárez. Aqui no Uruguai, concordamos que ele poderia ser titular pelo seu talento. Também pela idade, ainda terá outras oportunidades - opinou Nicolas Pirri, do Diário La Republica.

Sem Arrascaeta, Óscar Tabárez deve optar por um outro conhecido da torcida brasileira: Nicolás Lodeiro, que teve passagem por Botafogo, Corinthians, e atualmente está no Seattle Sounders, dos Estados Unidos. Aos 30 anos, o experiente meio-campista leva vantagem por ter se adaptado melhor ao esquema tático do treinador, mas a sua titualridade está longe de ser unanimidade no país.

- Eu prefiro o Arrascaeta, mas, sobre a preferência, a realidade é muito parelha com relação a rendimento. Imagino que Tabárez, apesar de ter deixado Lodeiro de fora da lista dos 23 para o Mundial, coloque-o um pouco mais para a esquerda. Ele pode atuar como volante pela esquerda, tem melhores condições nesse sentido para atuar por fora, e é justamente o que Tabárez está buscando com a sua inclusão - concluiu Juan Pablo Romero, do El País.

Compare os números de Arrascaeta e Lodeiro na Seleção Uruguaia:

Jogos: Arrascaeta 20 x 57 Lodeiro

Vitórias: Arrascaeta 12 x 34 Lodeiro

Titularidades: Arrascaeta 9 x 38 Lodeiro

Gols marcados: Arrascaeta 2 x 4 Lodeiro

Assistências: Arrascaeta 4 x 12 Lodeiro

Minutos jogados: Arrascaeta 858 x 3100 Lodeiro




Dom 16 Jun 2019

Créditos Extra News

Victor Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade